quarta-feira, 17 de outubro de 2007

NÃO À POBREZA.

Foto de: Maria Faia
"De qualquer tipo que seja a pobreza,
ela não é a causa da imoralidade,
mas o efeito."
Autor: Carlyle Thomas

15 Comentários:

Anonymous aramis disse...

Querida Amiga,
Não posso deixar de a felicitar pela escolha deste tema!
Só a fotografia que escolheu, diz quase tudo... muito boa.
Temos muito a fazer pela erradicação da pobreza, não podemos esperar só pelas decisões dos governantes ou ajudas "vindas de cima", temos de começar cada um de nós a estar atentos e ver o que se passa à nossa volta, o "vizinho do lado", e aí agir da forma que acharmos melhor.

Enquanto estivermos calmamente a tomar uma refeição de prato cheio e houver fome ao nosso lado, algo está mal connosco...

Deviamos tentar fazer um programa individual de ajuda aos diversos tipos de pobreza e só assim, todos juntos, começavamos a mudar algo...

Temos tantos casos: pobreza financeira, de espirito, de conhecimento, eu sei lá!
Ainda sou daquelas pessoas que acha que ainda existe muita gente de "boa vontade" e que a pouco e pouco, vai fazendo a sua luta e reagindo.
Quantos mais formos, mais "barulho" e "mudança" faremos!

Beijos muitos e saudades

17 de outubro de 2007 às 16:53  
Blogger MARA CARVALHO disse...

Cara amiga,
Imoral não é ser pobre...imoral é ser rico e não partilhar!
Imoral não é ter fome...imoral é ter excesso e desperdiçar!
Imoral não é precisar...imoral é ter e não dar!
Como tudo na vida, ser solidário não se aprende, não se ensina, não se impôe...
É um acto de amor que nos torna seres humanos melhores e mais completos.
Para alguns de nós,a solidariedade é algo tão natural e simples como o acto de respirar.
Para outros, que espero sejam cada vez mais raros,essa palavra não existe sequer no seu vocabulário.
Contudo é preciso não esquecer o que alguém disse um dia:
" Nunca o rico é demasiado rico para não precisar, nem o pobre demasiado pobre para não ter algo para dar...!"
Quantas vezes um simples abraço, um largo sorriso, ou apenas um pequeno gesto de carinho conseguem aquecer um coração.
O pão é o alimento do corpo, mas a solidariedade contribui também para o alimento da alma.
Como dizia o nosso poeta " Tudo vale a pena quando a alma não é pequena!"
Um abraço
MARA

17 de outubro de 2007 às 16:57  
Anonymous joana disse...

olá,

Alzira já tenho um novo e-mail que é o seguinte j.a.ramalho12gmail.com
Pode mandar o documento do meu avô e as fotografias.

Beijinnhos

17 de outubro de 2007 às 17:41  
Blogger SILÊNCIO CULPADO disse...

Aqui voltarei para comentar posts que me são queridos. Hoje só quero convidar-te a juntares-te a nós no NOTAS SOLTAS IDEIAS TONTAS (http://notassoltasideiastontas.blogspot.com) no grito contra a pobreza, hoje dia 17/10/07 em que, internacionalmente, se exige a sua erradicação.

17 de outubro de 2007 às 19:11  
Blogger Bichodeconta disse...

Mesmo á pobreza envergonhada.. Não é crime ser pobre, mas é crime deixar morrer um pobre de fome.. Os nossos politicos não estão nem ai, um abraço..

17 de outubro de 2007 às 22:02  
Blogger Meg disse...

Maria Faia, eu confesso-me assustada com o rumo que as coisas estão a tomar.
A pobreza já está aí, Maria Faia!
Quanta miséria escondida!
É preciso fazer qualquer coisa, mas o quê, quando só se ouve falar no dinheiro que vai entrar...
PARA QUEM????

Beijinhos

17 de outubro de 2007 às 22:27  
Blogger Jose Gonçalves disse...

Minha amiga
Ando há muitos anos a ouvir gritar bem alto que a pobreza é um flagelo e que é precisa acabar com ela, e não vislumbro a solução...
Pelo contrário, cada vez há mais e mais. Até onde nem acreditamos que haja, porque muita é envergonhada...
Que podemos fazer minha amiga? Continuar a gritar?
Eu ajudo no que posso, mas ... e quem devia ajudar, onde está?
Eu sinto-me impotente, mas cá estou...
Um beijinho
José Gonçalves

17 de outubro de 2007 às 23:12  
Blogger avelaneiraflorida disse...

Não nos CALEMOS!!!!!
PASSEMOS A PALVRA AOS MAIS JOVENS!!!!!

Acreditem, há jovens a quem a palavra VOLUNTARIADO diz muito!!!!

Bjks

17 de outubro de 2007 às 23:37  
Blogger elvira carvalho disse...

Vim agradecer a visita e conhecer o seu blog. Peço desculpa só vir hoje mas o tempo tem sido escasso.
Gostei do post. Curto e incisivo.
Agora já tenho o endereço, vou voltar mais vezes se mo permitir.
Um abraço

18 de outubro de 2007 às 00:47  
Blogger Carminda Pinho disse...

Já não tenho palavras...
Deixo beijinhos
Obrigada pelo comentário ao João :)

18 de outubro de 2007 às 01:55  
Blogger Sophiamar disse...

Minha Querida Amiga

Um post excelente!Combatamos a pobreza, a de hoje, para que amanhã ela deixe de existir. A de ontem foi terrível!

Beijinhosssssssssssssssssssss

18 de outubro de 2007 às 07:58  
Blogger O Guardião disse...

Há muita imoralidade e muita pobreza, visível e també envergonhada e escondida.
De facto a pobreza não é causa mas sim efeito.
Cumps

18 de outubro de 2007 às 08:55  
Blogger rouxinol de Bernardim disse...

Tem razão absoluta! Há que lutar contra este flagelo que é causado por uma sociedade hipócrita e injusta onde a própria Justiça está completamente enfeudada.

Há que cortar o mal pela raiz!

18 de outubro de 2007 às 09:48  
Blogger Maria Clarinda disse...

.....sem palavras...apenas a revolta e as lagrimas incontidas por a existencia...da pobreza.
Jinhos

18 de outubro de 2007 às 12:01  
Blogger J.G. disse...

Um Não, também à pobreza de espírito dos mandantes que só da miséria humana se lembram uma vez por ano, entre duas bebedeiras de abundância e desperdício.

Um abraço.

18 de outubro de 2007 às 19:24  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial