sexta-feira, 5 de outubro de 2007

" Contra mares, contra correntes, contra a guerra e a servidão
Só não sou contra quem vive, dentro do meu coração.
Coração casa pequena , mas muito bem habitada,
Mora nela muita gente, mora toda a pequenada.
Numa casa tão pequena, reina paz e harmonia
Também aí se desfaz, tudo o que muito me apraz,
Como em truque de magia....
Quero o mundo quero o sol, quero a lua e o luar,
Quero ser ave, viajar..
Pra levar ao mundo inteiro, carinho e amor aos braçados,
Flores , presentes, rebuçados e palavras por dizer,
Quem sabe por inventar?
E poder fazer sorrir as crianças sem guarida.
Em cada flor ou presente, dar um pedaço de vida.
Vida com razão de ser, envolta em asas de esperança
E, com braçados de amor,
quero ver sorrir as crianças
Brancas, negras ou sem cor...."

16 Comentários:

Blogger Meg disse...

Mas que bela surpresa, este poema.
E, de repente, o coração abre-se e jorra a esperança num dia melhor. Com as crianças em lugar de destaque, todas as crianças.

Um abraço e um óptimo fim de semana, Maria Faia!

5 de outubro de 2007 às 23:45  
Blogger Freyja disse...

nuestro corazon vive, para dar, entregar, sentir
y queremos ocupar siempre su magia.
en nuestras busqueda por la vida siempre vamos buscando hacer de este mundo algo mejor y sentir que la vida tiene encanto y color
que linda reflexion amiga
gracias por tus bellos saludos y tu compañia, tus palabras siempre llegan al alma
te dejo muchos cariños y que estes muy bien
un lindo fin de semana y cuidate
besitos


besos y sueños

6 de outubro de 2007 às 02:44  
Blogger Um Momento disse...

Maria minha Querida
Parabéns a ti e a Ell
Poema tão cheio de Esperança
Tão cheio de carinho
Tão cheio de vida
Simplesmente adorei
Um abraço de Paz, de carinho e amizade
Beijinho muito Sentido
(*)

6 de outubro de 2007 às 02:57  
Blogger Entre linhas... disse...

Poema muito rico em componentes que regem a esperança,o carinho,a amizade de mãos dadas com os seres mais maravilhoso que são as crianças.
Bom fim de semana
Bjs Zita

6 de outubro de 2007 às 10:13  
Anonymous aramis disse...

"E, com braçados de amor,
quero ver sorrir as crianças
Brancas, negras ou sem cor...."

Querida Amiga,
Mas que bonito este poema!
Bom fim de semana. Um abraço e beijos
com desejo de muita Paz e Amor!

6 de outubro de 2007 às 15:33  
Blogger TINTA PERMANENTE disse...

(especialmente todas e das todas especialmente as que não têm cor...)
Abraço.

6 de outubro de 2007 às 16:07  
Blogger Maria disse...

Sorrir em liberdade, pensar em crianças como aqui são pensadas, sem cor, pessoas apenas, como seria bom...

6 de outubro de 2007 às 21:46  
Blogger avelaneiraflorida disse...

LINDO!!!!
A ESPERANÇA...SEMPRE!!!!!!

BJKS

6 de outubro de 2007 às 22:56  
Blogger Carminda Pinho disse...

Um poema lindo, doce e solidário este.
Que bom que passei por aqui.
Beijinhos

7 de outubro de 2007 às 08:10  
Blogger Bichodeconta disse...

Obrigada Maria, claro que todos não seremos muitos para fazer com que este desejo se torne realidade em cada dia.. As pessoas ,sempre na minha vida como o elemento mais importante..Que assim possa continuar a ser por todos os tempos.. Não só não me importo , como agradeço por me secundar... Um beijinho muito grande Maria, do tamanho do seu doce coração.. Boa semana..ell

7 de outubro de 2007 às 21:12  
Blogger J.G. disse...

Poema de solidariedade e amor.

Um abraço, Maria Faia.

7 de outubro de 2007 às 23:26  
Blogger Um Momento disse...

Minha Querida Maria
Sorrio, a tua escolha é bela , muito bela , mas gostava que soubesses que todos eles os partilho contigo, pelo carinho, pela ternura comigo partilhada ao longo destes tempos que palavras trocamos :)
Um beijo agradecido,sentido e sorridente
Serena noite te desejo
(*)

8 de outubro de 2007 às 03:54  
Blogger MIMO-TE disse...

Fui caminhando à deriva e atraquei neste porto,onde a bela poesia se mistura docemente com os acordes desta linda musica.

Amei o teu blog
voltarei
deixo muitos mimos

8 de outubro de 2007 às 23:28  
Blogger Jose Gonçalves disse...

Maria Faia

Venho desejar-lhe uma boa semana e não podia ter vindo em melhor altura.
Solidariedade sempre! Crianças? O que há de mais bonito no mundo sejam elas de que cor forem?
Um beijinho
José Gonçalves

9 de outubro de 2007 às 00:11  
Blogger Lusófona disse...

Que belo!! As crianças nos enternecem com as suas magias... é uma pena o que fazemos com elas... aos poucos vão se tornando em adultos sem encantos..

Beijos e fica bem

9 de outubro de 2007 às 15:44  
Blogger MARA CARVALHO disse...

Olá de novo,
A nossa amiga bichodeconta, é tudo menos aquilo que associamos a esse bichinho.
Ela demonstra ser, com as suas simples palavras um ser rico de carácter e de grande beleza interior.
Por isso visito também diáriamente o seu cantinho, onde busco alimento para a alma, porque "Tudo vale a pena quando a Alma não é pequena!"
Um beijinho para as duas

12 de outubro de 2007 às 12:25  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial