sábado, 29 de março de 2008

O PODER DO SILÊNCIO...

"Na natureza tudo acontece com o poder do silêncio, com um silêncio poderoso!
Por vezes, o silêncio é confundido com fraqueza, apatia ou indiferença. Pensa-se que a pessoa portadora dessa virtude está impedida de reclamar os seus direitos, e deve tolerar, com passividade, todos os abusos.
Acredita-se que o silêncio não combina com o poder, pois este, tem-se confundido com prepotência e violência...
Mas... O SOL NASCE E PÕE-SE EM PROFUNDA QUIETUDE...
move gigantescos sistemas planetários, mas penetra suavemente pela vidraça de uma janela, sem a quebrar!
Acaricia as pétalas de uma rosa sem a ferir e beija as faces de uma criança adormecida, sem a acordar!
A Luz, a Vida e o Espírito,
os maiores poderes do universo, actuam com a suavidade de uma aparente ausência...
Os grandes Mestres sabem ser severos e rigorosos, sem renegarem a mais perfeita quietude da benevolência..."
(texto extraído de um power point que me foi enviado pelo amigo João Joares do Mirante)
" Boa Terra em teus pés,
Água bastante em tua semente,
Bom Vento para o teu sopro,
e muito Amor em teu ser."
(J.Y. Leloup)

54 Comentários:

Blogger Meg disse...

Maria Faia, era de ti, era desta imagem deslumbrante que estava a precisar, no princípio de uma noite que não se anuncia boa.
Nem li o que escreveste, mas volto para ler... hoje peço-te que venhas mais uma vez comigo, a fonte não há meio de secar e vou precisar de ti, Maria Faia.

Um grande, grande abraço como quando se tivesse sofrido uma perda.

30 de março de 2008 às 20:26  
Blogger papagueno disse...

O silêncio tem força, o silêncio pesa...
Beijos

30 de março de 2008 às 20:52  
Blogger elvira carvalho disse...

Muito bonito.
Uma boa semana.
Um abraço

30 de março de 2008 às 23:57  
Blogger António Inglês disse...

O silêncio fala.... e de que maneira.
Um abraço
António

31 de março de 2008 às 00:34  
Blogger Carminda Pinho disse...

E aqui estás tu Maria Faia, a quebrar este teu "silêncio" de uma forma tão bonita.

Beijos

31 de março de 2008 às 01:43  
Blogger Um Momento disse...

Minha Querida Amiga...
Este Power Point (pelas palavras que aqui li)é lindo!
Mas a solidão ...não faz bem a ninguem se bem que por momentos precisemos um pouco dela...
Deixo um um beijo acompanhado de ternura e abraçado em carinho com o desejo de uma boa semana com tudo de muito bom!

:)))

(*)

31 de março de 2008 às 06:32  
Blogger São disse...

Lúcido e sábio texto este: parabéns pela escolha.
Feliz semana, querida Maria.

31 de março de 2008 às 18:53  
Blogger Sophiamar disse...

Será que vais manter regularmente as mensagens que, como esta, têm a inolvidável beleza da quietude? Entras suavemente e deixas-nos com o prazer da tua indelével presença. Vai escrevendo, Amiga!

Beijinhossss

1 de abril de 2008 às 22:06  
Blogger avelaneiraflorida disse...

E tanto que precisamos de Silêncio nos momentos da vida!!!!
E tanto desesperamos com outros silêncios que a vida nos impõe...

Bjkas, amiga!!!

1 de abril de 2008 às 22:30  
Blogger Agulheta disse...

Maria Faia.
Adorei o texto,pois muitas vezes nem damos valor a certas coisas,mas as palavras ficam na alma e no coração de quem lê.
Beijinho e boa semana Lisa

1 de abril de 2008 às 22:31  
Blogger Zé Povinho disse...

O silêncio nem sempre é ausência, como tenho visto.
É sempre um prazer saber notar esta presença.
Abraço do Zé

1 de abril de 2008 às 23:21  
Blogger aramis disse...

Mas que boa surpresa minha amiga!...

Excelente postagem sobre o silencio que tão pouca gente valoriza!
Sem fazermos silencio dentro de nós, não deixamos vir ao de cimo tantas coisas e tão importantes para o nosso crescimento interior...
Às vezes também doi e muito, mas essa dor acaba por se transformar em tranquilidade, é só termos força para "dar a volta".

Um abraço grande com um xi coração bem apertado e, pelo ar..., desde a minha janela "aquela" beijoca!

2 de abril de 2008 às 16:55  
Blogger Bipede Implume disse...

O que vale é que, de vez em quando, passo por aqui em busca de um pouco de harmonia cósmica. E,por vezes, com hoje, encontro.
Saudações efusivas, querida Maria Faia.

3 de abril de 2008 às 01:58  
Blogger Meg disse...

Continuamos na luta, minha amiga,
Uma pessoa bem quer desistir, mas acaba sempre por ir parar aos mesmos temas.

Olha, um óptimo fim de semana para ti e um grande abraço

4 de abril de 2008 às 23:37  
Blogger De Amor e de Terra disse...

Olá linda, boa tarde e obgd.pela visita.
Baseada no que me/nos dizes no teu post, deixo-te uma quadra...

"boa terra, água bastante
um bom vento, muito amor"
muita vida e pouca dor
te desejo neste instante!...

Beijos da

Maria Mamede

5 de abril de 2008 às 19:48  
Blogger provokactor disse...

...Maria Faia? hô Faia Maria?
Eu nã sei komo te xãme!? estes sons são-me familiares!!??
...mas bém jà k tenho k decidir... vamos a isto.
Maria Faia te sáudo! o nosso encontro nada tém de especial, se não, o silencio imóvel quebrado pelo glã-glã do téclado, cada vez que a expressão do meu silencio s'exibe na folha branca destinàda a alimentar o teu blog. Mais k'uma maré, mais ondulàdo k'as dunas da Namibia, profundo come a fossa das Marianas...silencio d'ouro, d'azul intenso, vestido pesàdo, léve como o pensamento, silencio sagràdo, imenso silencio universal, tão dificil d'alcançar. Sentir e ouvir o vibrar das cordas d'un violino, só se houver silencio aparente, silencio na mente e silencio ambiente.Precioso Silencio.
Maria Faia, eu nem sei como te chame... o silencio sussurrou-me...
Faia MAria. um abraço

5 de abril de 2008 às 21:32  
Blogger Agulheta disse...

Maria Faia.
Agradeço a visita e carinho deixado,vou desejar bom fim semana
Com carinho mil beijinhos de amizade Lisa

5 de abril de 2008 às 21:42  
Blogger O Guardião disse...

Aqui e ali o silencio quebra-se, ainda que por vezes seja mais eloquente que muitas palavras.
Bfds
Cumps

5 de abril de 2008 às 22:28  
Blogger tulipa disse...

Maria Faia:
Vou encerrar o meu blog e já criei o meu novo espaço, este será apenas para as pessoas que tenho no coração. Muitas outras mostraram não merecer a minha amizade, criando problemas na minha Vida, quero esquecer isso.

Com alguns erros de percurso, sempre lutei por aquilo que julguei justo.
Desfaleci em alguns momentos, chorei de raiva por causa de injustiças, sofri por não me calar quando isso era mais fácil.

Sou feliz por ser quem sou, continuo a querer aquilo que acho que mereço.
Sei que ainda vou errar mais algumas vezes, mas procurarei corrigir o rumo, tentando ser como sou, em busca dum mundo melhor.

Beijo.
Bom domingo.

5 de abril de 2008 às 23:57  
Blogger amigona avó e a neta princesa disse...

Um beijo, amiga...

6 de abril de 2008 às 07:57  
Blogger São disse...

Um abraço para ti, linda.

6 de abril de 2008 às 13:18  
Blogger FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querida Maria Faia, votos de bom Domingo...
Beijinhos de carinho,
Fernandinha

6 de abril de 2008 às 15:52  
Blogger Maria disse...

O silêncio é um dom, Maria Faia... Belas, as tuas palavras.

Um abraço.

6 de abril de 2008 às 21:42  
Blogger clubefashion disse...

muito bom!

7 de abril de 2008 às 02:59  
Blogger Belzebu disse...

Sabe-se lá porquê mas o silêncio sempre me incomodou! Sempre gostei de pequenos ruídos que quebram a monotonia e agitam as consciências!

Aquele abraço infernal!

8 de abril de 2008 às 00:09  
Blogger Sophiamar disse...

Querida Amiga

Vim ao teu encontro e neste silêncio que vale por mil palavras,portador de uma mensagem serena mas forte, venho deixar-te beijinhos e dizer-te que espero um novo post.Gosto muito de ti.

Beijinhossss

9 de abril de 2008 às 17:59  
Blogger Meg disse...

Maria, Maria, como gosto de te ver assim atirada para a frente. Olha lá em casa, já sabes, tenho á um detector de víboras... simplesmente desaparecem por explosão.
Amigos são amigos!

Um grande abraço

9 de abril de 2008 às 18:19  
Blogger Ludo Rex disse...

O silêncio pode ser uma 'arma' bem persuasiva... Amiga quando é que arrancas com o blog em velocidade de cruzeiro?
Kiss num Abril em Liberdade

9 de abril de 2008 às 21:43  
Blogger António Inglês disse...

Ora cá venho eu ao fim de tanto tempo.
Tive de arrumar umas quantas coisas da vida que se entortaram, e nestas situações tudo leva o seu tempo a voltar ao sítio.
Um abraço de amizade
António

10 de abril de 2008 às 00:11  
Blogger Mocho-Real disse...

Adoro momentos de silêncio. Talvez por isso a noite sempre foi minha companheira no trabalho, na leitura, nas reflexões.
O ruído, pelo contrário, incomoda-me, agride-me.

Um abraço.

Jorge P.G.

10 de abril de 2008 às 11:57  
Blogger FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querida Maria Faia, grata pela tua visita ao Fernanda-Reflexões...
Adorei o teu texto Belissimooooooooo,
Beijinhos de carinho,
Fernandinha

10 de abril de 2008 às 15:28  
Blogger O Profeta disse...

Hoje não vou falar de amor
Hoje tenho saudade de canções
De uma voz perdida no tempo
Que me ensinou o sonho, as emoções

Hoje senti saudades da minha rua
Da casa fria e quente da ternura
Do cheiro a lenha, pão amassado
Dos abraços tidos de forma tão pura


Hoje convido-te a saberes um pouco de mim

Um resto de boa semana



Terno beijo

10 de abril de 2008 às 17:25  
Blogger Mário Margaride disse...

Querida amiga,

O silêncio. Pode ter, e tem, muitas formas. O silêncio imposto, o silêncio necessário, o silêncio contido, o silêncio da vergonha, o silêncio da impotência, o silêncio da miséria.

Um universo de silêncios. Que nos tolhem, e nos condicionam a nossa liberdade DE SERMOS GENTE!

Um beijinho muito especial, querida amiga.

Mário

11 de abril de 2008 às 02:21  
Blogger Zé Povinho disse...

Porque por vezes o silêncio se quebra, quanto mais não seja para cumprimentar, passei por cá para desejar um bom fim de semana.
Abraço do Zé

11 de abril de 2008 às 23:32  
Blogger São disse...

Minha querida Maria venho desejar-te um óptimo final de semana.
Abraço-te.

12 de abril de 2008 às 01:25  
Blogger Mocho-Real disse...

Maria Faia:

Não há postal novo, mas deixo um novo abraço.

Com votos de um bom fim-de-semana.
Jorge P.G.

12 de abril de 2008 às 16:55  
Blogger Outonodesconhecido disse...

" Boa Terra em teus pés,
Água bastante em tua semente,
Bom Vento para o teu sopro,
e muito Amor em teu ser."
aqui está uma prece sábia...
obrigada

12 de abril de 2008 às 18:41  
Blogger tulipa disse...

OLÁ AMIGA MARIA FAIA

Venho agradecer a sua 1ª visita ao meu novo espaço; muito obrigado pelos votos sinceros de que tudo corra bem, assim o espero também.

Tem a certeza que não sabe quem sou?...Huuuummmmmm, não acredito.

Beijinhos.
Bom fim de semana.

13 de abril de 2008 às 00:27  
Blogger elvira carvalho disse...

Passei para deixar um abraço, e os votos de uma boa semana

13 de abril de 2008 às 21:08  
Blogger FERNANDA & POEMAS disse...

Olá Maria Faia, lindo... um bom começo de semana,
Beijinhos de carinho,
Fernandinha

14 de abril de 2008 às 00:57  
Blogger António Inglês disse...

Maria Faia

Este silêncio está profundo demais.
Um abraço e uma boa semana
António

14 de abril de 2008 às 16:24  
Blogger Agulheta disse...

Maria Faia.
Mesmo que a escrita ande atrazada,podemos visitar e desejar boa semana.
Com amizade e beijinho Lisa

14 de abril de 2008 às 21:34  
Blogger Bipede Implume disse...

Venho quebrar este silêncio e desejar-te, amiga, uma óptima semana. Obrigada pela tua amizade.
Grande abraço cheio de carinho.

15 de abril de 2008 às 01:56  
Blogger Jorge P.G Sineiro disse...

De vez em quando também é bom calar o silêncio, não será, Maria Faia? E sorrir, sorrir sempre.

Um abraço e uma boa semana.
Jorge P.G.

15 de abril de 2008 às 08:05  
Blogger C Valente disse...

O silêncio, tem 2 faces, pois que tanto pode aliviar como magoar,
Mais importante que o silencio é a força interior de cada um quanto maior mais luta e mais conquista.
O silêncio pode ser sinónimo de desprezo, de luto, mas nunca deverá ser de subjugação
Saudações amigas

15 de abril de 2008 às 16:08  
Blogger C Valente disse...

O silêncio, tem 2 faces, pois que tanto pode aliviar como magoar,
Mais importante que o silencio é a força interior de cada um quanto maior mais luta e mais conquista.
O silêncio pode ser sinónimo de desprezo, de luto, mas nunca deverá ser de subjugação

Saudações amigas com um beijo

15 de abril de 2008 às 16:10  
Blogger Sophiamar disse...

Passei para te deixar um beijo e um abraço. Obrigada pelas palavras que lá deixaste.

Bem hajas, amiga!

15 de abril de 2008 às 17:36  
Blogger Meg disse...

Maria, Maria!
Aos amigos comunico que, inesperadamente,
fui obrigada a mudar de residência.

Peço desculpa pela forma como o faço
mas trata-se de uma emergência que espero seja a última.

Aproveito para mandar um abraço do
vosso Amigo Romério para todos

E a Meg espera-vos aqui a partir de agora

http://recalcitrantemor.blogspot.com/

17/4/08 04:38

17 de abril de 2008 às 07:10  
Blogger Sophiamar disse...

Vim ao encontro da imagem que aqui nos apresentas. Apetecia-me seguir o curso do rio e ouvir a voz do silêncio. O seu poder é grande!

Beijinhossss

17 de abril de 2008 às 14:39  
Blogger Maria disse...

É bom voltar a ler-te.... mesmo que me pese todo o meu silêncio...

Um beijo

17 de abril de 2008 às 20:45  
Blogger Mário Margaride disse...

Querida amiga, Maria Faia.

O poema, "Por seres mulher", é de minha autoria. Registado em conjunto com muitos outros no IGAC (INSPECÇÃO-GERAL DAS ACTIVIDADES CULTURAIS)Nº DE REGISTO 2093/2007.

Aqui está a resposta a essa questão colocada por esse comentário anónimo aqui neste espaço. Quem tiver dúvidas? Peça no IGAC para visitar os registos. E verão com os próprios olhos que é de minha autoria.

Um beijinho grande minha amiga,

Mário Margaride

18 de abril de 2008 às 13:02  
Blogger Jorge P.G Sineiro disse...

Hoje, 1º de Maio, não trabalho e por isso, não comento, peço desculpa.
Apenas passo para deixar um abraço aos amigos e a todos os trabalhadores.
Bom Dia de Festa! Viva a Liberdade!
Jorge P.G.

ESPERO O SEU REGRESSO, CONTUDO!

1 de maio de 2008 às 17:21  
Blogger C Valente disse...

Saudações amigas

26 de maio de 2008 às 23:44  
Blogger meg disse...

Maria,
Mesmo sabendo que não estás aqui, não posso de deixar de aqui vir, e levo-te o selo do Dia do Ambiente!
Tenho ainda tanta coisa para fazer no blog, mas o tempo tem.me sido roubado por outras afazeres.
Não te tenho visto por aí, só espero que esteja tudo bem contigo.
E deixo-te um abraço muito amigo.

5 de junho de 2008 às 18:25  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial