sábado, 12 de maio de 2007

ESPERANÇA...

Abri os olhos e sonhei…
Na terra vermelha que meus pés pisavam, cresciam flores multicores, semeando odores silvestres pelo destino, afagos de candura de menina,
Um caminho de ternura feito …
Lá longe… no horizonte…, solares carícias afagavam o corpo de um povo cansado.
No jogo colorido do firmamento raios de vida se escondiam para de novo viver,
Num amanhã desconhecido!
A brisa que corria, trazia consigo a esperança renascida de um Homem Novo e,
pelo suave areal… que ao longe se espraiava… dançavam ninfas de Luz e Liberdade.
Doce melodia de encanto e paixão, sentida na alma de Mulher encantada…
Abri os olhos e vivi…
Vivi e acordei... procurando o Homem Novo… as flores silvestres do caminho.
Mas esse… esfumou-se… na bruma do Ocaso,
Por entre vulgares flores de palavras feitas…
Abri os olhos e sonhei…
Maria Faia – Maio 2007

14 Comentários:

Blogger Antonio Delgado disse...

“A esperança não é realidade nem quimera. E como os caminhos da terra: sobre a aterra não havia caminhos; foram feitos pelo grande números de transeuntes”. LU XUN.

Deste moda a esperança é feita à medida das expectativas que construímos. E a solidão construída à imagem e semelhança de cada um.

É bonita a escrita em verso.
Um beijo doce.
António

12 de maio de 2007 às 23:40  
Blogger MariaFaia disse...

Boa noite António,

É verdade o que dizes mas, eu não perco o vício de pensar e sentir a esperança...
Como disse um dia Martin Luther King " Mesmo as noites totalmente sem estrelas podem anunciar a aurora de uma grande realização".
E, a minha esperança é, como dizes, feita à imagem e semelhança das minhas expectativas para a Humanidade.

Beijo de bom fim de semana.

12 de maio de 2007 às 23:57  
Blogger MGomes disse...

O Sonho!!!..., a mola real da inquietude, o alimento da esperança e da persistência, nesta vida tão mal tratada.Indelicadamente por vezes, possuída.
Um bom fim de semana

13 de maio de 2007 às 00:18  
Blogger MariaFaia disse...

Olá Manuel,

Gostei dessa: "Indelicadamente por vezes, possuída."
É um bom mote para reflexão. Possui-se, delicada ou indelicadamente mas, será que todos vivem?!...

Beijo de Bom Fim de Semana

13 de maio de 2007 às 00:29  
Blogger Jose Gonçalves disse...

Olá Mariafaia

Jamais desesperes, mesmo perante as mais sombrias aflições da tua vida, pois das nuvens mais negras cai água límpida e fecunda.
(provérbio chinês)

Por detrás de qualquer nuvem, virá sempre o Sol e a esperança renova-se.

Um abraço
José Gonçalves

13 de maio de 2007 às 02:00  
Blogger MariaFaia disse...

Olá Amigo José Gonçalves,

A esperança renova-se sim. E, esse é o motor da vida. Mas, será que, perante tanta maldade humana que nos entra pela porta dentro não sentimos todos a animalidade e insensibilidade do Homem? Veja bem: ligamos a televisão e o que ouvimos são notícias de raptos de criancinhas, de mortos em guerrilhas radicalistas, de assassinatos de idosos, de jovens cujo único pecado foi amar etc.
Saímos à rua e deparamo-nos com uma mulher toda negra de pancada, com pessoas sofrendo porque foram assaltadas e despojadas dos seus bens, com vizinhos que se matam por um metro de terra, com políticos que apenas se amanham pessoalmente, delapidando o património do povo etc.
Na verdade todos nós sonhamos com um Homem novo mas, quando acordamos, vemos que o Homem é mais do que velho e, pior ainda, não quer ser novo.
Beijo para si.

13 de maio de 2007 às 10:03  
Blogger JG disse...

A esperança é o fluxo da vida.

Bonito texto, Maria.

Obrigado pela visita e pelo comentário. O apreço é mútuo.

Beijo

13 de maio de 2007 às 21:13  
Blogger lucia duarte disse...

cada vez fico mais impressionada.
eu sabia que era muito humana e sensivel mas, a cada postagem sua, mais me vou certificando disso.
a maria é um bom ser humano. não perca a esperança.
eu também estou à espera do sol que está escondido por detrás da nuvem em que habito, mas não perdi a esperança!

13 de maio de 2007 às 22:03  
Blogger Ludovicus Rex disse...

'A esperança é um empréstimo que se pede à felicidade...'

Kiss

13 de maio de 2007 às 23:59  
Blogger Mário Margaride disse...

Olá Maria,

Belíssimo texto aqui nos trazes minha amiga!

Concordo em pleno com as tuas palavras.

"Vivi e acordei... procurando o Homem Novo… as flores silvestres do caminho.
Mas esse… esfumou-se… na bruma do Ocaso,
Por entre vulgares flores de palavras feitas…
Abri os olhos e sonhei…"

E acrescento:

"E sempre que o homem sonha,
o mundo pula e avança,
como bola colorida,
entre as mãos de uma criança"

António Gedeão

Adorei este teu lindo texto!

Beijinhos

14 de maio de 2007 às 00:39  
Blogger MariaFaia disse...

Olá JS

Bemvindo a este humilde Blog.
Tenho visitado o seu porque gostei muito do estilo e conteúdos.
Hoje mesmo, deixei-lhe uma surpresa... Prossiga se for esse o seu desejo.

Boa semana para si

14 de maio de 2007 às 02:14  
Blogger MariaFaia disse...

Cara Amiga Lúcia,
Todos nós temos a nossa sensobilidade. O que é preciso é deixá-la sair...
Beijo e Boa Semana de Trabalho

14 de maio de 2007 às 02:15  
Blogger MariaFaia disse...

Querido Amigo Ludovicus (se é que assim posso chamar...),

Obrigado pelo teu carinho.

P.S. O "Meme" já seguiu viagem.
Kiss e... Boa semana para ti.

14 de maio de 2007 às 02:17  
Blogger MariaFaia disse...

Olá Mário,

É pura bondade tua...
São apenas poucas palavras sentidas com a força da alma.

Beijinhos e... viva o sonho e a esperança.

14 de maio de 2007 às 02:19  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial