sábado, 7 de abril de 2007

Pedra Filosofal

Eles não sabem que o sonho
é uma constante da vida
tão concreta e definida
como outra coisa qualquer,
como esta pedra cinzenta
em que me sento e descanso,
como este ribeiro manso,
em serenos sobressaltos
como estes pinheiros altos
que em verde e ouro se agitamcomo
estas aves que gritam
em bebedeiras de azul.
Eles não sabem que o sonho
é vinho, é espuma. é fermento,
bichinho alacre e sedento.
de focinho pontiagudo,
que fossa através de tudo
num perpétuo movimento.
Eles não sabem que o sonho
é tela, é cor, é pincel,
base, fuste, capitel.
arco em ogiva, vitral,
pináculo de catedral,
contraponto, sinfonia,
máscara grega, magia,
que é retorta de alquimista,
mapa do mundo distante,
rosa dos ventos, Infante,
caravela quinhentista,
que é Cabo da Boa Esperança,
ouro, canela, marfim,
florete de espadachim,
bastidor, passo de dança.,
Colombina e Arlequim,
passarola voadora,
para-raios, locomotiva,
barco de proa festiva,
alto-forno, geradora,
cisão do átomo, radar,
ultra som televisão
desembarque em foguetão
na superfície lunar.
Eles não sabem, nem sonham,
que o sonho comanda a vida.
Que sempre que um homem sonha
o mundo pula e avança
como bola colorida
entre a mãos de uma criança. (António Gedeão)

26 Comentários:

Blogger Ludovicus Rex disse...

Boa escolha para começar. Bem-vinda à
Blogosfera e que este seja um arranque para durar.
Boa Páscoa
Kiss

7 de abril de 2007 às 15:14  
Blogger Antonio Delgado disse...

Lindo poema para uma carreira que desejo auspiciosa neste ciberespaço.

7 de abril de 2007 às 15:51  
Blogger MariaFaia disse...

Caro Ludovicus,
Obrigado pelas boas vindas e pelos votos de futuro.
Espero não desiludir...
Kisses

8 de abril de 2007 às 00:36  
Blogger MariaFaia disse...

Pois é António,
O poema é mesmo muito lindo.
Boa navegação...e melhor conversação.

8 de abril de 2007 às 00:38  
Anonymous Antonio Jose Teixeira disse...

Um poema com uma profundidade incrivel que consegue harmonizar o melhor de todos os mundos, não fosse o autor irmão do Professor Doutor Galopim de Carvalho.
Parabens Maria Faia
Nota: Maria Faia cheira a frescura, liberdade e a papoilas nos verdes campos.
Obrigada minha querida amiga
Antonio Jose de Menezes Teixeira

8 de abril de 2007 às 03:20  
Blogger MariaFaia disse...

Meu amigo Tozé,
Concordo inteiramente contigo.
Aliás, eu escolhi este poema, para abertura do meu blog,porque o sinto como uma referência e um sinal de esperança para a Humanidade.
Teremos oportunidade de, em conjunto, sonhar mais alto...

8 de abril de 2007 às 04:10  
Blogger Antonio Delgado disse...

amigos é o sonho que comanda a vida que sentido teria ela sem ele.
Como disse alguém... DEIXEM-NOS SONHAR.
Antonio

8 de abril de 2007 às 04:17  
Blogger lucia duarte disse...

e não passamos a vida toda a sonhar? se não fosse o sonho, de que nos serviria viver?
Força Maria, vá-nos deliciando...

9 de abril de 2007 às 00:02  
Anonymous Fénix disse...

escrevendo de cor... :

Os meus olhos são uns olhos...
E é com esses olhos uns
Que vejo no mundo escolhos
Onde outros, com outros olhos
Não vêem escolhos nenhuns

Quem diz escolos, diz flores
De tudo o mesmo se diz
Onde uns vêem luto e dores
Outros descobrem cores
Do mais formoso matiz

Nas ruas e nas calçadas
Onde passa tanta gente
Uns vêem pedras pisadas
Outros, gnomos e fadas
Num halo resplandecente

Que importa seguir vizinhos?
Querer ser depois ou ser antes?
Cada qual é seus caminhos...
Onde Sancho vê moinhos,
D. Quixote vê gigantes.

Vê moinhos? São moinhos!
Vê gigantes? São gigantes!
(A. Gedeão)

Também gosto muito de Gedeão
Um poeta de muitas leituras...

9 de abril de 2007 às 00:03  
Blogger Alzira disse...

Lindo Fénix,
E obrigado. É que eu adoro o Gedeão...
Obrigado pela sua gentileza.

9 de abril de 2007 às 00:23  
Blogger Alzira disse...

Estimada Lúcia,

Farei os possíveis por corresponder.
A minha voz não se cala. Mas, sozinha, não farei nada.
Precisamos todos uns dos outros.
Beijo

9 de abril de 2007 às 00:27  
Anonymous Orquídea disse...

Amiga Maria Faia,

Boa escolha! O poema por si escolhido também é um dos meus preferidos. Ao lê-lo, fez-me "reviver" momentos felizes,trouxe-me à memória boas recordações ... Por momentos esqueci as preocupações do dia-a-dia, pois nesta "lufa-lufa" em que vivemos, às vezes esquecemo-nos que o sonho comanda a vida. Por isso, e, por tudo o mais que agora fica por dizer, o meu muito obrigada e bem haja! ... Beijokas

9 de abril de 2007 às 18:54  
Blogger MariaFaia disse...

Viva Orquídea,

Fico muito satisfeita por saber que este poema, de que tanto gosto, produziu em si momentos de felicidade.
Nada como voarmos uns momentos para, dessa forma, descontrairmos da pressão do trabalho.
E, eu sei que, tal como eu, o seu é intenso.
Um beijo Amigo

10 de abril de 2007 às 13:44  
Anonymous A.Jose disse...

Maria Faia, fizeste uma bela escolha, gosto muito do poema e , para início do teu Blog, não podias fazer escolha melhor. Parabéns e força.

10 de abril de 2007 às 18:53  
Anonymous Edite Domingues disse...

Boa tarde Maria,
Parabéns pelo teu blog. Está excelente.

10 de abril de 2007 às 19:08  
Anonymous Isabel Moreira disse...

Bom Dia Maria

Parabéns pela iniciativa.
É sempre bom partilhar com os outros as nossas ideias.
Assim, aqui estou para de futuro poder também dar algum contributo.

11 de abril de 2007 às 10:43  
Anonymous Isabel Moreira disse...

Bom dia Maria

Parabéns pelo Blog!
É sempre bom partilhar ideias e por isso vou tentar também dar o meu contributo.

Beijinhos

11 de abril de 2007 às 11:03  
Blogger MariaFaia disse...

Caro Amigo A. José,
Obrigado pela sua simpática visita a este modesto blog.
Como é do seu conhecimento, tenho muito pouco tempo livre mas, mesmo assim, sempre se arranja algum para fazer o que nos dá prazer.
Espero continuar a vê-lo por aqui.
Beijo amigo

11 de abril de 2007 às 23:17  
Blogger MariaFaia disse...

Queridas amigas Edite e Isabel,

De facto, é bom partilhar com os outros o nosso pensamento e ideias.
Essa é uma conquista muito sofrida do Povo Português...
Vamos continuar a fazê-lo neste, ou em qualquer outro espaço.
Gostei que tivessem vindo.
Um beijo para vós.

11 de abril de 2007 às 23:20  
Anonymous Mara Carvalho disse...

Cara amiga,

Parabéns pela escolha de um poeta que eu também adoro.
Em troca envio-lhe outro poema de Gedeão de que também gosto muito.

Mil beijos

António Gedeão - Lágrima de preta



Encontrei uma preta
que estava a chorar
pedi-lhe uma lágrima
para a analisar.

Recolhi a lágrima
com todo o cuidado
num tubo de ensaio
bem esterilizado.

Olhai-a de um lado,
do outro e de frente:
tinha um ar de gota
muito transparente.

Mandei vir os ácidos,
as bases e os sais,
as drogas usadas
em casos que tais.

Ensaiei a frio,
experimentei ao lume,
de todas as vezes
deu-me o que é costume:

nem sinais de negro,
nem vestígios de ódio.
Água (quase tudo)
e cloreto de sódio.

12 de abril de 2007 às 13:15  
Blogger MariaFaia disse...

Minha amiga Mara Carvalho,
Obrigado pelo poema. Como sabe, eu gosto muito da poesia do Gedeão.
E este que me enviou tem, para mim, um sabor muito especial pelas minhas ligação africanas que conhece.
Que saudades eu tenho... dos genuínos africanos, não daqueles que, encapotados de brancos, têm vergonha de pertencer a essa raça.
África está sempre no meu coração.

Mil beijos também para si

12 de abril de 2007 às 13:30  
Blogger Jose Joao Massapina Antunes da Silva disse...

Maria Faia, é um bonito nome!
Por certo de uma mulher bonita, de espirito pelo menos, mas como a beleza não se mede em termos fisicos mas sim espirituais, para mim, Maria Faia deve ser uma mulher muito interessante.
Abrir um Blog com a "Pedra Filosofal" só pode ser de alguém que sente o Mundo de uma forma muito integra e globalizante.
Parabéns deste simples ser livre, de pensamento e acção, que lhe deixa as suas portas abertas, para poder dizer o que pensa também nas minhas páginas, desde já ao dispor em:
http;//sol.sapo.pt/blogs/massapinaopiniontotal/
e já agora fica com o endereço de entrada no meu livro que estou a publicar na net, de forma totalmente livre para comentários, criticas e sugestões:
http;//jjmassapina.spaces.live.com/
Com todo respeito:Kiss's para si

21 de abril de 2007 às 20:28  
Blogger Jose Joao Massapina Antunes da Silva disse...

Maria Faia, só pode ser o nome de alg~´em muito sensivel, e conquistador do mundo.
Parabens pela opção, e seja muito bem vinda ao nosso mundo virtual, que se trabalha da mesma forma que o mundo real.
As minhas paginas ficam livres para si:
http://sol.sapo.pt/blogs/massapinaopiniontotal/
e também o meu blog de publicação do livro "O Coração Não Engana":
http://jjmassapina.spaces.live.com./
Com amizade, kiss....

21 de abril de 2007 às 20:33  
Blogger MariaFaia disse...

Caro José João,
São muito agradáveis os seus comentários. Obrigado por isso.
Na verdade, sou uma mulher que vê o mundo com olhos especiais e, por vezes, contraditórios: muito carinho e amor pelos outros, sobretudo os mais frágeis mas, também, muita revolta pela desumanidade, mentira, utilização indevida dos outros e dos seus sentimentos, manipulação, exploração e muito mais...
Para mim, a chave do bem-estar da Humanidade está na fraternidade e solidariedade entre os Homens.
A Pedra Filosofal é, de facto, uma poesia muito significativa para mim e, ainda bem que para muitas pessoas que habitam este planeta terra ao qual eu, por vezes, penso e digo não pertencer.
Espero que continue a colaborar com este meu espaço desde as terras irmãs brasileiras. Por mim, faço questão de participar, deixando a minha palavra no seu blog.
Um abraço para si e votos de Bom Fim de Semana

21 de abril de 2007 às 21:35  
Anonymous Anónimo disse...

Maria Faia
Tomo a liberdade de transcrever esta sua passagem da ultima postagem
"sou uma mulher que vê o mundo com olhos especiais e, por vezes, contraditórios: muito carinho e amor pelos outros, sobretudo os mais frágeis mas, também, muita revolta pela desumanidade, mentira, utilização indevida dos outros e dos seus sentimentos, manipulação, exploração e muito mais..."
Sabe que estas palavras me fizeram sentir quando as li que me estava vendo ao espelho...mas há espelhos que nos cegam e transformam a imagem...e depois há ainda os olhos de cada um que não veem da mesma forma as imagens refletidas...é medonho que aqueles que nos rodeiam não vejam no espelho o mesmo reflexo...mas é real.
O ser humano é complexo.

23 de abril de 2007 às 03:01  
Blogger MariaFaia disse...

Caro(a) Anónimo(a),
É bem verdade o que diz: o Ser Humano é complexo."
E, em certo sentido, ainda bem que assim é. Se todos fôssemos iguais não passaríamos de um "rebanho de ovelhas" comandadas por um qualquer pastor... Já muitos tentaram ser pastores e fazer de nós ovelhas, acéfalas e ignorantes.
Por outro lado, não raras vezes, somos mal interpretados nas nossas acções e atitudes. Mas, aqui, se a nossa consciência está de bem connosco e com o mundo, penso não haver razão para nos preocuparmos. O caminho é seguir em frente, fieís a nós próprios e em respeito pelos outros.
O dia chegará em que, quem connosco foi injusto, verá o tremendo erro que comenteu. E mais, não raras vezes essas pessoas que nos magoam fazem-no por manipulação de terceiros que, custe o que custar, querem fazer-nos sofrer. Muitas vezes conseguem porque a cegueira não deixa ver.
Esperemos que a Luz volte a brilhar. Enquanto isso vivamos em Paz.

24 de abril de 2007 às 00:10  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial